Data: 16 de agôsto de 2016

NOTÍCIAS

  • Pequena esportiva Ducati Panigale 959 deve custar mais de R$ 60 mil

  • A Ducati confirma o lançamento da Ducati Panigale 959 no Brasil para novembro, ainda sem preço definido. A moto é a menor da linha Panigale, inspirada na 1299 Panigale e produzida na cidade de Borgo Panigale (por isso o nome). Entra no lugar da 899 Panigale, que nunca chegou oficialmente por aqui, mudando de nome para acompanhar a mudança do motor, de 899 cilindradas para 955 cc. Ser a menor moto da linha Panigale não significa que a Ducati Panigale 959 seja fraca. O motor Superquadro de 955 cc motando em L produz 157 cv a 10.500 rpm e 10,9 kgfm a 9.000 rpm, uma bela melhoria em relação aos 148 cv da Panigale 899. Trabalha em conjunto com o câmbio de seis marchas com o sistema “quick shift”, que permite trocas de marcha sem o uso da embreagem – ideal para quando é guiada de forma mais esportiva. Para alcançar essa potência, a Ducati redesenhou todo o motor, deixando-o mais leve. Ganhou novas bielas, pistões, tampas dos cabeçotes em alumínio e novo sistema de lubrificação. Tudo porque, além de entregar um bom desempenho, tinham que adequar a moto à Euro 4, conjunto de normas antipoluição da Europa. Construída com um quadro monocoque de alumínio, a Ducati Panigale 959 pesa 176 kg, graças à estrutura mais leve. Se inspiraram nos modelos da MotoGP, para criar uma moto que ande bem tanto nas ruas quanto nas pistas. A suspensão dianteira é invertida, com tubos de 43 milímetros e curso ajustável de 120 mm, enquanto a traseira utiliza a tradicional balança de alumínio, com 130 mm de curso, também regulável. O novo motor da Ducati Panigale 959 é o Superquadro 955cc de 157 cv a 10.500 rpm e 10,9 kgfm a 9.000 rpm. Virá bem equipada. Conta com o painel de instrumentos em LCD já utilizado pela Ducati nos modelos de competição da World Superbike e MotoGP. Conta como seletor de modo de direção (Corrida, Sporte e Molhado), que podem ser configurados de acordo com o gosto do piloto. Traz também o sistema de controle de tração da Ducati, freios ABS com discos semiflutuantes da Brembo, equipado com pinças de quatro pistões. As rodas são de 17 polegadas com pneus Pirelli Diablo Rosso Corsa, 120/70 ZR17 na frente e 180/60 ZR17 atrás. Quanto custa? A Ducati ainda não fala quanto a Ducati Panigale 959 vai custar no Brasil. Tratando-se de uma supermoto e considerando que a Panigale 1299 ABS é vendida por R$ 79.900, podemos esperar que chegue por aqui custando algo entre R$ 60 mil e R$ 70 mil. O que reforça esse preço é que sua rival MV Agusta F3 800 é vendida atualmente por R$ 57.900. Fonte: iG Página Principal

    Vitrine