NOTÍCIA

Como evitar ser multado nas multas de trânsito e saiba os seus valores

As multas de trânsito ficaram mais pesadas. Em média os valores ficaram 66% mais caros, mas há casos em que o aumento foi ainda maior. As infrações de trânsito passaram a ficar bem mais caras. Os valores passaram a ser de R$ 88,00, nos casos de infrações leves, até R$ 293,47 para infrações gravíssimas. Mas as novidades que podem pesar mais no bolso dos motoristas são as punições criadas para infrações que antes acarretavam multas que não assustavam muito os motoristas. Clique aqui e faça o primeiro passo para o seu seguro auto em 30 segundos.

  • AS MULTAS MAIS PESADAS QUE VÃO SURPREENDER QUEM NÃO ESTIVER ATENTO
  • É caso, por exemplo, do uso do celular ao volante, tanto para quem falar, como para quem digitar textos ou manusear aplicativos. Essa infração passou de grau médio para gravíssimo, com um aumento na multa de 245%, passando de R$ 85,13 para R$ 293,47, com 7 pontos na CNH. Muita gente olha o celular quando está parado no farol vermelho, para mandar mensagens de texto, ficar olhando as redes sociais, ou aplicativos, sem saber que agora isso também será multado. Para estabelecer o roteiro de destino no Waze ou para responder um chamado é preciso estacionar o veículo, em local adequado e aí sim, o celular pode ser usado. Aqueles que não respeitam as vagas reservadas para deficientes e idosos agora serão severamente punidos. Se o veículo não estiver com a licença de idoso ou deficiente em local visível do painel, a infração agora é considerada gravíssima, com multa de R$ 293,47 e, além disso, o veículo será guinchado. Pilotar uma moto “cinquentinha”, aquela com motor de até 50 cc, sem Carteira de Habilitação, raramente gerava multa. Mas a partir dos reajustes atuais a fiscalização vai ser mais rigorosa, sendo necessária a CNH categoria A, específica para motos ou a de categoria ACC - Autorização para Conduzir Ciclomotores.  A multa para quem for pego sem a licença é para infração gravíssima e nesse caso ela passou a ser de R$ 880,41.
  • DIRIGIR ALCOOLIZADO OU RECUSAR O TESTE DO BAFÔMETRO
  • Dirigir sob efeito do álcool já era infração gravíssima, desde a Lei Seca, de 2008. Só que agora a multa da infração gravíssima, nesse caso, é multiplicada por 10. O bafômetro é o instrumento para medir o nível de álcool no sangue. Alguns motoristas se recusam a fazer o teste, mas essa recusa agora vai ser punida com a multa mais alta prevista, idêntica à de quem faz o teste e a embriaguez é comprovada. Aproveite e faça a cotação do seu seguro auto! A multa é de R$ 2.934,70, com menos 7 pontos na CNH. O veículo somente será liberado se houver um condutor habilitado que o retire. Em caso de reincidência da recusa, no período de 1 ano, a multa passará a ser de R$ 5.869,40. Esse valor parece altíssimo para o motorista comum, mas nos casos frequentes de milionários e celebridades que são frequentemente flagrados dirigindo alcoolizados, elas são mínimas.
  • DIRIGIR SEM CARTEIRA DE HABILITAÇÃO OU COM CNH SUSPENSA
  • Dirigir sem o documento de habilitação continua sendo uma infração gravíssima Dirigir sem CNH ou permissão segue sendo uma infração gravíssima, cuja punição tem o valor de 3 vezes a multa de infrações gravíssimas, ou seja R$ 880,41.
  • NÃO RESPEITAR O SINAL VERMELHO É INFRAÇÃO GRAVÍSSIMA
  • Muitas vezes a reação do motorista ao ver o sinal amarelo e apertar um pouco mais o acelerador. Os mais apressadinhos muitas vezes não querem frear. Sem falar daqueles distraídos, que não notaram o sinal vermelho. Seja qual for o motivo, se um guarda de trânsito ou um radar registrarem a infração, a multa será para infração gravíssima (R$ 293,47) e resultará em um razoável prejuízo. Toda a atenção será agora necessária, não apenas para evitar o prejuízo, mas porque passar em um sinal vermelho significa um enorme risco para a vida do motorista, dos outros condutores e dos pedestres que ali estão cruzando a pista. Controlar a ansiedade e a pressa de chegar a algum lugar é o principal fator para evitar um acidente. Os acidentes em esquinas das cidades são os mais frequentes e os mais graves.
  • MANIFESTAÇÕES POPULARES
  • Imagem: Motoristas de taxi bloqueiam a Av. 23 de maio, em São Paulo. A multa para quem interromper a circulação em vias públicas e atrapalhar o trânsito, com um veículo, por motivo de manifestações, passeatas ou eventos, sem autorização do órgão de trânsito, passou a ser altíssima, de R$ 5.869,40 para quem estiver dirigindo o veículo e de R$ 17.608,00 para os organizadores da manifestação. E no caso de reincidência no período de 1 ano a multa será dobrada. As penalidades podem também ser aplicadas a pessoas jurídicas, como ONGs ou empresas responsáveis pela infração.
  • APLICATIVO PARA SMARTPHONES DÃO DESCONTO DE ATÉ 40% EM MULTAS
  • O aplicativo SNE Denatran, disponível na loja de aplicativos dos celulares Android, poderá brevemente ser baixado pelos usuários, que poderão solicitar o desconto de 40% nas multas, abrindo mão, entretanto, de apresentar recurso da multa. Ainda não são todos os Detrans estaduais preparados para aderir ao aplicativo e também não são todos os celulares que suportam o tamanho do arquivo.
  • DICAS PARA EVITAR MULTAS E PONTOS NA CARTEIRA DE HABILITAÇÃO
  • Para você evitar multas e pontos na carteira de motorista existem alguns cuidados simples que todos podem tomar. Algumas ações preventivas podem impedir que se gaste dinheiro com as multas e prevenir para o risco de perder a CNH. Faça uma lista do que sempre deve estar em mãos e funcionando Existem itens importantes que devem ser conferidos frequentemente para que se evite várias multas previstas na lei do trânsito.  - Mantenha sempre na bolsa ou carteira os seus documentos e os documentos do seu carro. Isso é simples, mas um esquecimento acarreta uma multa pesada! - Cuidado com pneus carecas. Você pode ser multado e seu veículo poderá até ser guinchado por esse motivo. Pneus carecas aumentam os gastos com combustível e ameaçam a sua segurança. - Confira sempre se está com ferramentas para troca de pneus e o triângulo sinalizador. - Verifique se as luzes sinalizadoras estão em ordem, como as luzes de seta, as de freio e os faróis, alto e baixo. Uma lâmpada queimada pode gerar uma multa, além de aumentarem os riscos para a segurança do condutor, passageiros e demais motoristas, principalmente à noite e na chuva.
  • Coloque sua atenção e pensamento na direção
  • A não ser que você esteja dirigindo na estrada e seu carro tenha piloto automático, você é quem deve estar muito atento na direção. Fique alerta 100% do tempo em que estiver dirigindo. Estamos tão acostumados a dirigir, que essa ação praticamente se tornou automática e costumamos fazê-la distraídos, lendo outdoors, olhando para a paisagem ou acenando para as pessoas conhecidas. Só que podemos não perceber que o sinal se tornou vermelho. Eu mesma já subi numa calçada por estar encantada com a beleza de um passarinho! Distrações são as principais responsáveis por muitas multas. Verifique onde estão os radares Os radares ou controladores de velocidade estão nas estradas e nas cidades. Se você notou qual é o limite de velocidade por onde está transitando fique atento para não ultrapassar esse limite. Se encontrar placas informando a existência de radares confira imediatamente a que velocidade você está, porque as placas ficam a apenas centenas de metros do radar. A multa por excesso de velocidade será anulada somente se não houver indicação da velocidade permitida. Existem locais na internet que informam a localização dos radares. Acompanhando essa informação é possível estar preparado para evitar multas. Entretanto, não se deve dirigir acima da velocidade permitida confiando que vai evitar o radar. Essa não é uma prática segura.
  • Página Principal
  • Vitrine