19 de julho de 2016

 

Sedãs compactos mais vendidos: único a crescer, Etios é o campeão do 1º semestre Honda revelou para o mercado brasileiro os modelos 2017 da naked CB 650F e da esportiva CBR 650F.
Mercado junho: Sandero surpreende e chega ao pódio; Mobi passa Uno Focus é oferecida com descontos de até R$ 9.900
Fiat Toro recebe prêmio de design Honda City custa R$ 65.200 em nova versão automática

 

Sedãs compactos mais vendidos: único a crescer, Etios é o campeão do 1º semestre

Desacreditado no lançamento, pouco a pouco o Etios foi ganhando espaço no mercado, pulando do terceiro para o primeiro lugar nos últimos doze meses. Responsável por 13.667 emplacamentos no 1º semestre, o modelo da marca japonesa assumiu a liderança entre os sedãs compactos com quase 40% de participação de mercado e sendo o único a crescer em relação a 2015 (+9,2%).
 

Honda atualiza linha 650 no Brasil

Honda revelou para o mercado brasileiro os modelos 2017 da naked CB 650F e da esportiva CBR 650F.

Além de mudanças no design (assim como a linha CB 500) novos grafismos - sendo o HRC, nas cores vermelho, branco e azul, exclusivo do mercado brasileiro - as motos receberam melhoria no controle das emissões, ficando em conformidade com todas as normas da segunda fase do Promot 4.
 
Mercado junho: Sandero surpreende e chega ao pódio; Mobi passa Uno

O Renault Sandero surpreendeu nas vendas de junho e fechou o mês num inédito terceiro lugar, subindo no pódio ao lado do líder Chevrolet Onix e do Hyundai HB20. No geral, as vendas de junho somaram 166.393 unidades, aumento de 2,6% em relação a maio. Mesmo com este alento, o mercado brasileiro está em queda de 25,1% no primeiro semestre em relação ao igual período do ano passado.
 
Focus é oferecida com descontos de até R$ 9.900

Seguindo o que foi feito com o Ka e o Ka+, a Ford agora oferece descontos e financiamento com taxa zero também para a família Focus, hatch e sedã, modelo 2016. A promoção é válida para o mês de julho.
O Focus Fastback 2.0 SE Plus, por exemplo, é oferecido por R$ 76.990 à vista - uma redução de R$ 9.900 em relação ao preço de tabela de R$ 86.890. O interessado pode ainda adquirir o modelo a prazo com taxa zero em 24 meses, por R$ 80.690. Já o hatch está disponível com descontos de até R$ 8.500. A versão 1.6 SE Plus manual sai por R$ 69.990 à vista frente aos R$ 78.490 de tabela. Financiada em 24 meses com taxa zero, sai por R$ 74.690.
Mais ofertas
A promoção do Ka e do Ka+ também segue válida durante o mês de julho. O hatch SE 1.0 2017 é oferecido por R$ 39.990 à vista (tabelado em R$ 41.990) ou entrada de R$ 27.593,10 e saldo restante em 30 prestações de R$ 444, também com taza zero. O sedã Ka+ SE 1.0 2017 sai por R$ 42.990 à vista (tabelado em R$ 44.990) ou com entrada de R$ 29.663,10, taxa Zero e saldo em 30 parcelas de R$ 476.

É possível adquirir ainda o New Fiesta Hatch S 1.5 2016 por R$ 47.990 à vista ou com entrada de R$ 28.794,00, taxa zero e saldo em 24 vezes de R$ 845. Vale lembrar que, na linha 2017, as versões 1.5 deixam o catálogo, restando apenas as opções 1.6 e a nova 1.0 turbo de três cilindros. Essas condições são válidas para os três modelos até 01 de agosto ou enquanto durarem os estoques de 20 unidades cada.
 
Fiat Toro recebe prêmio de design

A picape Fiat Toro recebeu nesta semana o prêmio Red Dot Design Award, um dos mais tradicionais e importantes reconhecimentos da área em todo o mundo concedido a produtos que se destacaram significativamente por seu design. O desenho da picape intermediária é, sem dúvida, inovador, inaugurando uma nova identidade no segmento. Um dos principais destaques é os dois conjuntos óticos integrados na dianteira.
Fabricada em Goiana (PE) junto com o Jeep Renegade, a Toro foi totalmente desenvolvida no Brasil. Segundo a fabricante, seu objetivo era "aliar agilidade, funcionalidade, robustez e conforto em um mesmo veículo". O prêmio é concedido desde 1955, avaliado por um júri composto por 41 especialistas. Em 2016, foram cerca de 5,2 mil projetos inscritos de 57 países, divididos em 31 categorias, de moda a eletrônicos e móveis.
 
Honda City custa R$ 65.200 em nova versão automática

A Honda já havia anunciado no final de maio que lançaria uma nova versão automática para o sedã City. Trata-se da configuração de entrada DX com câmbio automático de relações continuamente variáveis (CVT). Na época, o preço ainda não havia sido revelado. Já disponível nas concessionárias, a novidade custa R$ 65.200, sendo R$ 5.800 mais cara que a DX manual (de R$ 59.400) e R$ 3.800 mais barata que a LX CVT (R$ 69.000).
Além da transmissão, não há nenhuma mudança em relação à versão DX manual, ou seja, a lista de equipamentos de série traz ar-condicionado, vidro elétrico nas quatro portas, assentos traseiros com sistema Isofix para fixação de cadeiras infantis, chave tipo canivete, retrovisores e travas elétricas com acionamento remoto e rádio com conectividade via Bluetooth e USB.

A motorização é 1.5 16V flex que rende 115 cv de potência com gasolina e 116 cv com etanol, com torque de 15,3 kgfm a 4.800 rpm com ambos os combustíveis. Apenas a versão de entrada DX traz câmbio manual de cinco marchas. Nas demais a transmissão é CVT, mas que simula sete marchas e tem opção de trocas manuais apenas nas mais caras EX e EXL.

Fabricado em Sumaré (SP), o sedã compacto usa a mesma plataforma do Fit, medindo 4,45 m de comprimento, 1,69 m de largura, 1,48 m de altura e 2,60 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 536 litros, sendo 485 litros acima da tampa assoalho mais 51 litros de espaço útil abaixo da tampa do assoalho.
   
Direitos: MotoWagen
Adm: wrwpro